Do que um técnico precisa?

Todo mundo que decide se enveredar pelos caminhos como técnico de informática sempre tem uma grande dúvida: Quais ferramentas um técnico de informática precisa? Para sanar a dúvida dessas pessoas e atendendo ao pedido do meu aluno Caio, criei esse guia que tem o intuito de ajudá-los e montar um kit com todas as ferramentas, softwares e apetrechos necessários para ter sucesso em todos os serviços prestados daqui pra frente.

Ferramentas

Lembrem-se sempre que as ferramentas são instrumentos de trabalho do qual tiraremos o nosso sustento e por isso é que precisamos escolhê-las a dedo.

Uma ferramenta de boa qualidade tem uma durabilidade bem maior, é muito mais precisa e causa uma boa impressão ao cliente. Fuja daqueles kits prontos e que custam entre R$14 ~ R$25 que tem qualidade duvidosa e acabamento terrível (eu mesmo nunca consegui juntar as pontas de uma pinça desse kit). Prefira montar o seu próprio kit, ferramenta por ferramenta. Um bom local para comprá-las e com ótimo preço é na Dutra Máquinas.

A primeira e talvez mais importante ferramenta do kit de um técnico é a sua chave phillips. Muitos técnicos preferem uma parafusadeira elétrica, concordo que causa uma ótima impressão, porém particularmente eu prefiro a boa e velha chave philips.

Chave philips – Não existe segredo na compra da chave philips, apenas compre uma com cabo reto (aquelas com uma protuberância no meio, pode incomodar quando o uso é contínuo), de cromo vanadium com a ponta magnetizada. Uma boa pedida é a linha Tramaontina Pro.  Uma outra dica é comprar uma philips com haste de 24 cmscom ponta de 5mm. Parece exagero, porém quando é necessário trabalhar com máquinas fixadas (de lan houses costumam ser assim), onde é preciso literalmente entrar dentro do gabinete. Sem contar que o apoio é bem maior.

No caso da escoha de uma parafusadeira elétrica, de preferência para marcas conhecidas como Black & Decker, Bosch, Skill e Makita. Ah, e é preciso lembrar que as sem fio apesar de mobilidade costumam ser mais fracas.

Tenha chaves philips para 2 tipos de parafusos. Parafusos pequenos de notebooks (3mm), parafusos de PCs em geral (5mm). O ideal é ter também 2 chaves de fenda com as mesmas características.

Alicate – É preciso de pelo menos 2 tipos de alicate. 1 alicate de corte, daqueles pequenos mesmo que até parecem alicates de unha e 1 alicate de bico fino. Uma boa marca de alicates é a Vonder (ou melhor, é uma marca boa para todo tipo de ferramentas). Falando ainda de alicates, é imprescindível ter um alicate de crimpar RJ45. Qualquer empresa hoje quer montar uma rede com 2 ou 3 computadores, e ás vezes é preciso confeccionar esses cabos. Os alicates encontrados no centro de São Paulo e que custam entre R$25 ~ R$40 costumam rapidamente dar problemas nos pinos 1 e 8 e que acaba dando problema nessas vias do cabo. Alicate bom seria um AMP, mas custaria cerca de R$350 ~R$400, um ótimo alicate é o da Vonder também e que custa R$69.90. Outro alicate necessário é o alicate decapador que descasca cabos de rede do tipo UTP e STP.

Estilete – Uma ferramenta sempre útil, seja para descascar cabos, seja para algumas adaptações. Prefira estiletes daqueles do tipo profissional dos quais as lâminas não são “destacáveis”, e justamente por essa característica é possível colocar bastante força sem que a lâmina se parta.

Lanterna – É sempre útil, principalmente quando temos máquinas fixadas. As lanternas de LED além de iluminarem mais, gastam menos pilhas e tem vida útil bem maior.

Lupa – Uma lupa é muito importante para ler algum código, inspecionar algum micro componente ou buscar uma trilha interrompida.

Testador de cabos – Item importante para testar os cabos de uma rede com problemas, identificar cabos ou simplesmente testar os cabos que acabaram de confeccionados. Existem modelos na internet que além de serem testadores de cabo, já integram a funcionalidade de um multimetro.

Testador de fontes – Esse é um item que facilita muito a vida do técnico, testa fontes de alimentação cabo a cabo. Prete atenção pois existem modelos que apenas testam o funcionamento da fonte, não se a tensão está correta.

Placa de POST – Outro item que facilita muito a vida do técnico já que a placa POST apresenta de forma numérica todos os prováveis erros físicos que o equipamento possa ter.

Multímetro – Outra ferramenta que não pode faltar, server principalmente para medir a tensão da rede elétrica e testar as fontes de alimentação.

Pincel – Para fazer limpezas necessárias é preciso um bom pincel. Um bpm pincel será inevitávelmente anti estático.

Sprays – O ideal é que se tenha sempre á mão 2 tipos de sprays: Lubrificante para ventaoinhas e coolers e Limpa Contatos que serve para limpar os contatos de memórias e placas de expansão.

Softwares

Falei anteriormente das ferramentas necessárias para o dia-a-dia do técnico, porém agora é o momento de falar de ferramentas de diagnósticos e softwares necessários.

CDs de Boot – Ferramentas de diagnóstico, de testes e utilitários que funcionam e modo texto:  Podemos destacar o ERD Commander, Boot padrão do Windows 98, e a coletânea de ferramentas Hirens BootCD (que todo técnico que se preze usa), BartPE com Windows XP (um ambiente Windows XP com funções extremamente simplificados, usado apenas para acessar o disco local e copiar os arquivos antes da formatação) e OPHCrack LiveCD (falarei dele no próximo post).

Ferramentas em modo gráfico – Precisamos usar várias ferramentas de teste, diagnósticos e utilitários em modo gráfico, as que não podem faltar são: Driver Genius (backup de drivers), DriverEasy (escaneia o PC e baixa os drivers da internet), Partition Table Doctor (recupera a tabela danificada de HDs), Partition Wizard (particionador), Everest (faz um resumo do sistema, ótimo para criar inventário de hardware), Dr Hardware e ou SISoft Sandra (faz resumo de sistema, benchmarks e burn-ins), CCleaner (verifica e faz correções no Windows), Your Unninstaller e ou Revo Unninstaller (desinstalador que remove inclusive entradas de registro), Combofix (vacina que remove muitos malwares do PC), Bankerfix (removedor de malware que captura senha de bancos) e Windows Update Downloader (utilitário que baixa updates do windows para serem instalados futuramente).

Aplicativos do usuário – São aplicativos que temos que ter em mão para instalar após uma formatação. Os mais usados são eles: Windows Live Messenger (comunicador instantâneo), Pacote Office (pacote com processador de texto, planilha e aplicativo de apresentação), Acrobat Reader ou FoxIt (leitor de pdf), k-lite codec (pacote de codecs de video), Nero Essentials (gravador de CD/DVD), Flash Player (plugin para visualização de recursos na internet), Java (plugin para visualização de recursos na internet), Windows Update Agent (utilitário que baixa updates do windows para serem instalados futuramente), Winrar e ou Winzip (descompactador de arquivos), Spybot Search & Destroy ‘(Programa que remove adwares e spywares) e antivirus da sua preferência.

Sistemas Operacionais – Um técnico de informática tem que instalar vários Sistemas Operacionais, porém é preciso lembrar que o cliente tem que ter a licença do Sistema escolhido, caso contrário será considerado pirataria. Os mais usados são:  Windows XP SP2 e SP3, Windows Vista (não recomendo a não ser em casos específicos já que o Windows 7 traz as mesmas funcionabilidades, porém mais leve, mais bonito e mais confiável), Windows 7, Ubuntu, OSX, Windows 2003 Server e Windows 2008 Server.

Componentes para testes e reposição

Placa de rede – Problemas de rede são comuns, porém muitas vezes o problema na placa de rede é comum. Uma placa de rede por perto para testes, economiza um tempão.

Leitor de CD/DVD – Muitas vezes o drive do cliente não funciona ou não boota, então para se precaver disso é imprescindível ter um leitor, seja interno ou externo.

HD – Todo técnico precisa ter ao menos 1 HD externo para backup. O ideal é ter também 1 HD sem case mesmo, para backups grandes, que demerariam muito tempo se fosse feito para o HD externo.

Memória – Problemas de nemória são comuns e para diagnosticá-los nada melhor que ter alguns pentes na maleta. 1 pente SDRAM, 1 pente DDR e 1 DDR2 já são suficiente.

Mouse e teclado – Algumas vezes o teclado/mouse do cliente não está funcionando ou o suporte a teclado/mouse USB está desabilitado no Setup e é preciso fazer alterações no próprio, então se possível tenha-os com conexão PS2 e adaptadores para USB.

Fonte – Um dos componentes que não pode faltar no kit de um técnico já que fonte é um dos equipamentos que mais dá problemas no PC. Ter uma á mão sempre ajuda nos diagnósticos.

Cabos – Cabo de rede, USB, SATA, e-SATA, adaptador de alimentação para dispositivos SATA, mini USB, 80 vias e cabo de energia sempre são necessários, ás vezes quando é necessárioa conexão de outro HD, a falta de um cabo SATA ou 80 vias pode tomar muito do nosso tempo.

Não se esqueça também de ter um tubo/pote de pasta térmica. Uma pistola de cola quente ou Hot Melt também facilita muito a vida do técnico.

Pode ser que eu não tenha me lembrado de todos os aplicativos e ferramentas, porém essa é uma lista que pode servir de modelo que ajude o novo técnico a criar a sua própria, com seus softwares e ferramentas prediletas.

Outro ponto que devemos salientar é que o novo técnico deve criar um padrão de montagem e instalação, assim cria-se uma rotina, tornando mais difícil o esquecimento de um passo (um aplicativo, um dispositivo).

Espero que esse post possa esclarecer a ajudar muitos dos que leem e acompanham esse Blog.

17 Respostas to “Do que um técnico precisa?”

  1. Julio Cesar (Papa) Says:

    Show de bola esse kit para técnicos de campo.
    Obrigado pelas valiosas dicas.

  2. òtimas dicas, gostei muito principalmente o lugar certo onde comprar as ferramentas de boa qualidade esse blog ta de parabéns…

    VlW equipe qualificada HIKARITECH vocês são 10.

  3. leandro de oliveira Says:

    aí dica maneira essa akira realmente é muito importantante ter um kit de ferramentas desse, pois eu que o diga quantas vezes por falta de uma feramenta adequada deixei de executar um serviço de forma correta.

  4. Wagner Gilberto - Rolim de Moura - RO Says:

    Parabéns pelo blog! A tempos não encontrava um site com informações uteis, sou professor na área de Hardware (hoje tenho uma escola e garimpo a net para incluir nas apostilas sites que sejam uteis no dia a dia e com certeza o seu site entrara na lista, (caso não tenha nehuma objeção).

    Vou fazer algumas sugestões:

    1 Loop Back RJ45
    Placa de post: PC Analyser 2009 com 4 digitos
    Testador de fonte ATX Power Supply Tester
    Simulador de processador soquete LGA 775
    Adaptador IDE 2.5″(hard disk IDE de notebooks) e 3.5″+ SATA para USB (para NetBooks não existe nada igual)
    RescueCd com antivirus; AVG ou Kapersky ou Panda
    Tenho todos os itens mencionados no post e mais estes que mencionei e posso garantir que um técnico preparado tecnicamente e com ferramentas adequadas tera uma carreira de suce$$o. Sugiro uma rpublicação mensal para ficar informado das novidades.

    • Prezado, é muito bom saber que meu Blog alcançou fronteiras tão distantes…
      Ah, e pode mencionar meu Blog em suas apostilas, afinal, o intuito é ajudar quem precisa e alcançar o maior número de pessoas possíveis afim de plantar uma sementinha de conhecimento.
      Leia também esse artigo que encontra-se “oculto”: https://professorakira.wordpress.com/34-2
      []s

  5. leandro de oliveira Says:

    akira, hoje um colega de trabalho me fez o seguinte comentario:comprei um netbook, mas gostaria de mudar o sistema operacional e me fez a seguinte pergunta. como trocar de sistema sendo que o netbook nao tem driver de cd?eu respondi que provavelmente a idéia seria bootar um sistema pela entrada usb, mas não tenho certeza se esta é a resposta certa.a pergunta é a seguinte como criar um sistema bootavel pela usb.

  6. muito bom

  7. Oi gostei muito do seu blog como ver post antigos ?

  8. Você da aula via web ou so em sala como consigo apostilas dos cursos que você ministra ?

  9. Muito bom;

    Belas dicas

  10. Akira,
    estou fazendo o meu tcc e gostaria de saber onde posso encontrar livros ou artigos para comprovar a necessidade destas ferramentas.
    Trabalho com suporte, então sei que elas são necessárias, porém preciso provar com material impresso.
    podes me dar uma luz?
    Obrigado.

    • Cara… difícil… dei uma olhada e não achei nada… mas vou continuar olhando, qualquer coisa lhe digo.
      Talvez as ferramentas de crimpagem e alicate de corte, você consiga encontrar em livros de redes.
      []s

  11. walace Says:

    ai mano vlw mesmo gostei do blog me ajudou muito ,pra quem quer começar seu negoçio no ramo de informatica é uma mão na roda ,abraços e parabens

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: