A importância da certificação na vida de um técnico de informática

 

Ontem por 2 vezes tive com colegas de profissão uma discussão sobre a vantagem de se investir em certificações na nossa área.

Será que vale mesmo a pena gastar dinheiro com certificações?

Elas trazem mesmo algum retorno financeiro à pessoa que se esforçou tirando-a? Ela vale o tempo gasto estudando, o esforço, as noites na frente do PC simulando situações que provavelmente cairão nas provas?

Cada segundo! Cada centavo gasto! Cada esforço desprendido!

Vivemos em uma época onde o técnico de informática não tem valor algum justamente por técnicos que prostituem a categoria fazendo serviços cada vez mais baratos e com a qualidade cada vez mais baixa. Pessoas que se julgam técnicos apenas por saberem (ou ás vezes por julgarem saber) formatar um PC, ludibriam o cliente, vendem o desnecessário, nem sempre por falta de ética, muitas vezes por falta de embasamento técnico.

As certificações atestam (ou pelo menos procurar atestar) que o profissional detentor do título em questão é um profissional capaz, responsável e que provou ser digno de recebê-la por ter seus conhecimentos testados e aprovados. Isso faz com que os técnicos certificados tenham um diferencial em relação aqueles que não tem ou não buscam qualquer certificação que seja.

Uma certificação também confere ao seu portador uma credibilidade maior no mercado, aumentando consideravelmente o campo de atuação e o número de chamados.

Digo isso por expeirência própria. Depois que tirei algumas certificações, passei a ser mais requisitado, meu trabalho passou a ser mais valorizado e senti que a minha credibilidade aumentou consideravelmente no mercado.

Vejo muitos colegas de trabalho que apesar de terem embasamento suficiente para atender os clientes, vivem reclamando da falta de serviço… porém não existe falta de serviço nessa área. A única falta que existe na verdade é a falta de credibilidade que paira sobre os técnicos de informática por causa de alguns maus profissionais.

O que diferencia o bom profissional do mau profissional?

Além da ética profissional como eu disse anteriormente, o que diferencia um bom profissional de um mau profissional é principalmente o conhecimento adquirido com muito esforço e estudo.  Os gastos com livros e cursos de aprimoração e atualização. ah, e o gsto com boas ferramentas também.

E como é que o cliente sabe diferenciar o mau profissional do bom profissional? A certificação ajuda muito.

É claro que ter uma certificação sem ter conhecimentos (sim, existem métodos excusos de se tirar certificações) não vale de nada, porém se você já trabalha na área, se tem os conhecimentos necessários ou se está se preparando, vale a pena apostar nas certificações como uma atualização no currículo e como uma especialização. Ah, claro, como diferencial no mercado. Tenha certeza, será o maior investimento em você mesmo.

Quais certificações tirar

Na área de Hardware, a maior certificação que temos é a  A+ da Comptia, que é reconhecida mundialmente. Para sua versão mais básica é necessário realizar 2 provas e desembolsar cerca de U$180 por cada uma delas.

É possível ainda tirar uma certificação reconhecida em todo território nacional e mais barata, porém uma ótima certificação e que traz destaque ao profissional. Essa certificação é a ICS (Impacta Certified Specialist) da Impacta e que tem 3 níveis, a Essentials, a Advanced e a Professional. Confira em Impacta Tecnologia.

Temos ainda as MCP (Microsoft Certified Professiona,), MCTS (Microsoft Certified Technician Specialist), MCSE (Microsoft Certified System Enginieer) e a nova MCITP (Microsoft Certified IT Professional) nas versões Administrator e Enterprise. Pelo fato de ser uma certificação Microsoft, é uma das certificações mais procuradas, mais cotadas e mais exigidas.

Há ainda as certificações da CISCO que são voltadas para ambientes de rede, certificações Linux e várias outras, basta procurar por certificações no Google e você terá muitos resultados.

Sem grana para tirar algumas certificações? Isso não é desculpa! Existe um programa da Microsoft chamado Profissional 5 Estrelas, onde o interessado pode baixar alguns materiais grauitamente e fazer as provas.
São 10 questões e 30 minutos para realizá-las. Reprovando, a prova ficará disponível novamente para estudo em 24 horas. Você pode sem custo algum fazer as provas até a 4ª estrela que já concede um belo certificado, para a 5ª estrela é preciso enviar um transcript de uma prova específica da Microsoft que pode ser feita em qualquer centro de exames Prometric e custa cerca de U$80. Dessa forma você acaba tirando uma certificação MCP ou MCTS e uma Profissional 5 Estrelas. Mas mesmo que você não tenha dinheiro para tirar a 5ª estrela, faça até a 4ª. Confira em Profissional 5 Estrelas.

Existe também a Escola Virtual da Fundação Bradesco que traz mais de 40 cursos online e gratuitos. Existem também cursos semi-presenciais de Hardware e de CISCO, porém o prazo de espera tem sido de quase 2 anos, porém os cursos são totalmente gratuitos e todos, mesmo os online, conferem ao estudante certificados que podem ser impressos. Confira em Escola Virtual.

Bem, fica a dica e fica claro que só não tira certificações quem não quer. Chega de desculpas, mãos a obra e vamos dar um UP no currículo e fazer alguma diferença nesse mercado cada vez mais concorrido.

 

About these ads

3 Respostas to “A importância da certificação na vida de um técnico de informática”

  1. Wagner Gilberto - Rolim de Moura - RO Says:

    Sem dúvidas as certificações fazem a diferença, Na minha escola tem um mural chamado “Conheça o Profissional que vai te ensinar” com todos os certificados (Profissional 5 Estrelas, Experience, Academia TechNet, Imacta tecnologica e o curriculo). Aqui no Norte do País “pasme” mas poucas são as pessoas que conhecem certificações, eu sou o maior incentivador dos alunos a fazerem isso, tanto que as sextas feiras o uso do laboratório é livre para estudo e junto mantenho uma pequena biblioteca com livros que os alunos podem retir e ficar uma semana. enfim não basta ter uma carreira de 20 anos (minha) precisa ter conhecimento técnico e equipamentos para relamente se intitular Técnico de Infomática. Enviei o email dos links! espero que tenha gostado junto enviei um arquivo que fala sobre algumas placas com problemas. Abraço

  2. Kennedy Nascimento Says:

    Muito interessante seu post !!!

    A única coisa que ninguém tira de vc é seu conhecimento !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: